A importância do despiste precoce da cárie dentária

Paulo Melo, Liliana Teixeira, Joana Domingues

Resumo



A cárie dentária é, a par das periodontopatias, uma doença com alta prevalência, que atinge a quase totalidade das pessoas, independentemente da raça, sexo, idade ou condição social, sendo, por isso, considerada pela OMS como um grave problema de Saúde Pública. A par das medidas preventivas adequadas, assume cada vez maior importância o diagnóstico da doença na sua fase inicial. O objectivo deste artigo é realçar a importância do diagnóstico precoce da cárie dentária. A partir duma revisão bibliográfica, efectuada na Medline, os autores fazem a abordagem de vários temas relacionados com a doença. Procede-se à descrição da etiologia da cárie dentária, recordando a necessidade da conjugação dos três factores primários, nomeadamente a susceptibilidade
do hospedeiro, a microflora e o ambiente, por dado período de tempo, para que ela se manifeste. A compreensão da fisiopatologia da doença tem motivado alterações aos conceitos anteriores de cárie dentária, pelo que são explicadas as trocas iónicas que resultam na desmineralização das estruturas duras do dente e que estão na génese da cavitação. Também são revistas as várias formas de expressão da doença, como a cárie precoce de infância e as cáries cervicais, realçando a importância do diagnóstico precoce, para que seja possível actuar em fases em que a cavidade de cárie ainda não está estabelecida. Por último, é sublinhada a importância da informação e orientação dos pacientes com cárie dentária.
Conclusão: A importância do diagnóstico precoce reside na possibilidade de evitar a cavitação das lesões e assim controlar mais facilmente a doença. O Médico de Família pode desempenhar um papel determinante na orientação e no encaminhamento dos pacientes com cárie dentária.

Palavras-chave



Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v22i3.10248

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)