A complexidade do paciente com doenças crónicas - Qual a melhor organização da prestação de cuidados para responder às suas necessidades?

João Guerra

Resumo


O caso clínico descrito reporta-se a um doente real com múltiplas doenças crónicas, grande utilizador dos serviços de saúde. Reflecte um alto grau de complexidade inerente à natureza das suas doenças, agravada pela coexistência de várias doenças no mesmo doente. Do relato deste caso podem deduzir-se alguns problemas e questões relacionadas com a abordagem das doenças crónicas
(DC) em geral, no contexto da organização da prestação de cuidados do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
À luz dos conhecimentos actuais, abordarei propostas para melhorar a organização da prestação de cuidados para responder às necessidades destes doentes. Tal implica analisar o conceito de integração dos cuidados de saúde, as estratégias e benefícios que lhe estão subjacentes, o conceito de gestão da doença (GD) e o seu papel no processo de integração e melhoria da qualidade dos cuidados a estes doentes.

Palavras-chave



Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v23i6.10431

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)