Sobre la necesaria aplicación del razonamiento al proceso de prescripción

Mabel Valsecia, Albert Figueras

Resumo


A partir do momento que os medicamentos entraram no mercado e se converteram num bem de consumo como qualquer outro, são frequentes fenómenos como a comercialização de produtos com pouca ou sem eficácia demonstrada, a minimização dos riscos ou a promoção de alternativas terapêuticas cujas únicas diferenças com outras opções bem conhecidas, são um preço mais elevado e uma segurança incerta. Neste contexto, para assegurar a utilização mais apropriada e segura dos medicamentos e uma óptima qualidade de cuidados de saúde às pessoas é essencial: (1) aplicar a lógica clínica em todo o circuito do medicamento, desde o registo de novas substâncias até ao consumo; (2) promover a prescrição racional dos medicamentos em detrimento de prescrição puramente comercial; (3) fortalecer sistemas de farmacovigilância eficazes e activos; e (4) proporcionar, aos profissionais de saúde, programas de formação contínua independentes, assim como, uma formação sanitária sólida.

Palavras-chave


Medicamento; Prescrição Racional; Prescrição Inadequada

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v24i5.10552

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)