Aciclovir no tratamento da varicela em idade pediátrica: Revisão baseada na evidência

Tânia Colaço, Maria Espírito Santo,

Resumo



Objectivos: A varicela é uma doença benigna que afecta sobretudo as crianças, sendo a taxa de incidência em Portugal (2005) de 2,37%.Apesar de auto-limitada, é altamente contagiosa e podem ocorrer complicações em 5-10% de todos os indivíduos afectados.
O objectivo deste trabalho foi rever a evidência existente sobre os benefícios da utilização do aciclovir, no tratamento da varicela na população pediátrica imunocompetente, em relação à sintomatologia, duração da doença e complicações associadas.
Fontes de dados: Medline, sítios de medicina baseada na evidência, Índex de Revistas Médicas Portuguesas e referências bibliográficas dos artigos seleccionados.
Métodos de revisão: Pesquisa de revisões sistemáticas (RS), meta-análises (MA), ensaios clínicos aleatorizados e controlados (ECAC) e normas de orientação clínica (NOC), utilizando as palavras-chave: chickenpox e acyclovir. Foi utilizada a taxonomia SORT para apresentação dos resultados.
Resultados: Foram encontrados 105 artigos, dos quais foram seleccionados 11: duas RS, três ECAC e seis NOC. Da análise das RS e ECAC há a referir que o uso de aciclovir oral na varicela está associado à redução do número de dias de febre e do número máximo de lesões. Estes efeitos são modestos e verificam-se quando o fármaco é administrado nas primeiras 24 horas de exantema. Não existem diferenças clinicamente importantes entre o aciclovir e o placebo relativamente a complicações secundárias à infecção. Assim sendo, o uso de aciclovir oral não está recomendado, por rotina, em imunocompetentes com varicela em idade pediátrica (Recomendação A). As NOC são consistentes com esta recomendação.
Conclusões: Para além do efeito marginal do aciclovir na melhoria dos sintomas, a necessidade de administração precoce do fármaco bem como a sua posologia dificultam a sua utilização. São, ainda, necessários estudos de custo-benefício relativos ao aciclovir e estudos de segurança e eficácia de outros antivíricos na população pediátrica.

Palavras-chave


Aciclovir; Varicela; População Pediátrica

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v25i4.10645

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)