Tuberculose infantil: A importância do rastreio

Sílvia Ferreira Silva, Nélia Costa, Isabel Brito Lança, Graça Seves, Aniceto Cavaco, Maurílio Gaspar

Resumo



Introdução: A Tuberculose (TB) é um problema major de saúde pública. Todos os anos surgem cerca de 9 milhões de novos casos e ocorrem perto de 2 milhões de mortes. O controlo da TB em crianças tem sido frequentemente descurado uma vez que estas não são, regra geral, bacilíferas e como tal muitas vezes não são contempladas na execução dos programas de controlo da doença.
Descrição do caso: Apresenta-se o caso clínico de uma criança de 2 anos de idade a quem foi feito o diagnóstico de Tuberculose Pulmonar Doença, na sequência do rastreio realizado aos conviventes de um tio-avô materno com diagnóstico recente de Tuberculose Pulmonar em fase bacilífera.
Comentário: O rastreio de TB na idade pediátrica assume elevada importância, uma vez que as crianças constituem possíveis reservatórios da doença no futuro, existindo ainda morbilidade e mortalidade associadas à TB na infância.

Palavras-chave


Tuberculose; Rastreio; Contágio

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v29i3.11070

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)