Síndroma de Takotsubo em medicina geral e familiar: a propósito de um caso clínico

Sofia Faria, Cátia Cordeiro, Luis Filipe Cavadas

Resumo


INTRODUÇÃO: A síndrome de Takotsubo caracteriza-se por uma disfunção sistólica transitória do ventrículo esquerdo, que mimetiza o enfarte agudo do miocárdio, na ausência de doença coronária significativa. É mais comum em mulheres na pós-menopausa, com suspeita de síndrome coronário agudo (SCA), e manifestações clínicas e eletrocardiográficas desproporcionais relativamente aos marcadores cardíacos. Um trigger emocional ou físico está muitas vezes presente.

DESCRIÇÃO DO CASO: Apresenta-se o caso de uma doente de 49 anos, admitida no Serviço de Urgência por suspeita de SCA, apresentando dor torácica, dispneia e náuseas. Foi constatada insuficiência cardíaca aguda, com compromisso severo da função sistólica do ventrículo esquerdo e aneurisma médio apical. A coronariografia não revelou doença coronária, sendo a evolução clínica favorável, com recuperação completa da função cardíaca.

COMENTÁRIO: Após este episódio de urgência, a doente manteve-se assintomática do foro cardiovascular, tendo tido alta da consulta de Cardiologia. Discute-se agora os cuidados de saúde que deverão ser instituídos pelo Médico de Família após uma de Síndrome de Takotsubo ao nível dos Cuidados de Saúde Primários, especialmente no que concerne à terapêutica e exames auxiliares de diagnóstico, face a uma recuperação funcional cardíaca completa. 


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v34i6.12048

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2019 Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar