Doença de Peyronie – A importância de identificar para tranquilizar

Ana Carla Guimarães, Vera Brandão, Ana Luisa Carvalho, Ana Silvia Orange

Resumo


Introdução: A doença de Peyronie é uma patologia do tecido conjuntivo peniano que se caracteriza pela presença de uma placa de tecido fibroso na túnica albugínea dos corpos cavernosos, condicionando perda local da sua elasticidade com consequente curvatura do pénis em ereção. Por se tratar de uma doença do foro sexual é muitas vezes ocultada pelo paciente, embora seja causa de muita angústia e frustração. Atualmente, patologias caracterizadas pela formação de massas palpáveis ou tumefacções são muitas vezes associadas a doenças oncológicas, pelo que os doentes com doença de Peyronie vivem muitas vezes no sobressalto de poder ter um tumor do pénis. O objectivo deste relato de caso prende-se com a importância do médico de família reconhecer esta patologia, o seu carácter benigno e qual a abordagem mais adequada por forma a tranquilizar o doente e família.

Descrição do Caso: Doente de 57 anos, sexo masculino, hipertenso sem outros antecedentes patológicos de relevo. Recorre à consulta de saúde de adultos por sintomas ansiosos, sem motivo evidente. Durante a anamnese cuidada e em consultas de seguimento, refere preocupação com a sua performance sexual, uma vez que, durante a erecção, que não seria tão exuberante como habitual, o pénis apresentaria uma curvatura, com concavidade para a direita. Sem outros sintomas genitourinários ou outros. Realizou ecografia peniana cujo resultado foi compatível com doença de Peyronie. Perante o diagnóstico, o doente optou por uma atitude expectante. Meses depois apresenta melhoria dos sintomas ansiosos e doença de Peyronie estabilizada sem interferência na actividade sexual satisfatória.

Comentário: A doença de Peyronie  é uma doença benigna, pouco frequente, que se caracteriza pelo aparecimento de uma placa de tecido fibroso na túnica albugínea dos corpos cavernosos, condicionando uma curvatura do pénis durante a ereção. A etiologia da doença de Peyronie ainda não é completamente conhecida. O diagnóstico é essencialmente clínico, embora frequentemente se recorra à ecografia peniana. Diferentes tratamentos médicos têm sido testados sem eficácia comprovada, pelo que o tratamento de eleição é cirúrgico.


Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v35i6.12273

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2019 Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar