Acesso aos cuidados de saúde secundários numa extensão do Centro de Saúde de Serpa: 10 anos depois

Manuel Janeiro

Resumo



Objectivo: 1) Caracterizar o acesso aos Cuidados de Saúde Secundários (CSS) dos doentes de uma extensão rural do Alentejo interior; 2) Comparar os resultados com os de outro estudo semelhante feito 10 anos antes.
Tipo de estudo: Descritivo e transversal.
Local: Extensão de Vale de Vargo do Centro de Saúde de Serpa.
População: Os utentes referenciados aos CSS pelo Médico de Família.
Métodos: O Médico de Família preencheu, durante a consulta, uma ficha por cada doente referenciado aos CSS, durante o ano de 1997, completada posteriormente com a data da marcação da consulta, a sua efectivação e existência de informação de retorno.
Resultados: Referenciaram-se 105 doentes a 134 consultas. A taxa de referenciação foi de 5,87%. As especialidades mais frequentes foram, Oftalmologia (36%), Ginecologia (9%) e Cirurgia (8%). As instituições mais solicitadas foram os hospitais de Beja (39%), de Serpa (32%) e o Instituto Português de Oncologia de Lisboa (8%). Das consultas referenciadas apenas 76% foram marcadas e 68% realizadas. A demora média das consultas marcadas foi de 82,5 dias (DP±95,7 dias). Aos 8 dias esperavam por consulta 94% dos doentes e 47% às 12 semanas. Não foi possível marcar consulta em 24% dos casos. Apenas 27% dos doentes trouxeram informação de retorno ao seu MF. Estes valores são piores que os verificados em estudo semelhante do autor há 10 anos e que os de outros estudos europeus.
Conclusões: O acesso dos doentes estudados é pior que os estudos nacionais conhecidos, que, por sua vez, são os piores da Europa. É imperioso mais estudos de avaliação sobre a articulação entre Cuidados de Saúde Primários (CSP) e CSS de modo a identificar causas de ineficiência, sendo necessário envolver os profissionais dos dois níveis numa estratégia de mudança claramente assumida pela gestão dos serviços.

Palavras-chave


Referenciação; Cuidados Continuados; Cuidados de Saúde Primários; Cuidados de Saúde Secundários; Medicina Rural

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v17i3.9838

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)