Acessibilidade aos cuidados primários de saúde dos concelhos de Guimarães e de Cabeceiras de Basto

Paula Cristina Remoaldo

Resumo


O presente artigo aborda a temática da acessibilidade, relacionando-se com os resultados inerentes à primeira parte de um projecto de investigação desenvolvido na Universidade do Minho e em parceria com a Sub-Região de Saúde de Braga durante o período de Abril de 1999 a Outubro de 2001. O projecto desenvolvido teve como objectivos principais realizar um levantamento exaustivo das unidades de saúde privadas e públicas existentes em dois concelhos representativos do distrito de Braga (concelhos de Guimarães e de Cabeceiras de Basto) e aferir qual é o grau de acessibilidade da população residente nestes dois concelhos aos cuidados privados e públicos de saúde. Neste artigo vamos considerar alguns aspectos relacionados com as vertentes física, estrutural e funcional da acessibilidade, concluindo que a acessibilidade física aos cuidados de saúde é menos satisfatória em Cabeceiras de Basto do que em Guimarães.

Palavras-chave


Cuidados de Saúde; Acessibilidade Físico-Geográfica; Acessibilidade Estrutural; Acessibilidade Funcional

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v19i2.9918

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c)