Gangrena de Fournier: uma emergência urológica que devemos reconhecer – a propósito de um caso clínico

Sara Lisa Pinho, Rafael Henriques, Natália Guerreiro

Resumo


Introdução: Em medicina geral e familiar é frequente a abordagem de quadros clínicos em fase inicial, com semiologia inespecífica. Cabe ao médico de família orientar adequadamente a articulação com os cuidados de saúde secundários, sobretudo nos casos urgentes. A gangrena de Fournier (GF) é uma infeção necrotizante rara, mas potencialmente fatal, cujo diagnóstico e tratamento atempados podem salvar a vida do doente.

Descrição do caso: Homem de 66 anos de idade, recorreu à consulta por dor anal e febre com dois dias de evolução. Dos antecedentes pessoais destaca-se diabetes mellitus tipo 2, hipertensão arterial e dislipidemia. Ao exame objetivo apresentava-se apirético, com bom estado geral e com hemorroida externa não trombosada, sem outras alterações. No dia seguinte recorreu de novo à consulta por manter febre, apresentando também mau estado geral e dor testicular intensa, com oito horas de evolução. Ao exame físico, além de má impressão clínica, objetivou-se edema e rubor acentuados da região escrotal. Optou-se pelo envio ao serviço de urgência hospitalar onde realizou ecografia escrotal que revelou orquite esquerda. Iniciou antibioterapia endovenosa empírica, foi internado no serviço de urologia e no terceiro dia de internamento evoluiu para necrose da região escrotal com extensão perineal. Foi submetido a desbridamento cirúrgico de tecidos necrosados com necessidade de colostomia de derivação e posterior intervenção por parte da cirurgia plástica para reconstrução do defeito escrotal e perianal.

Comentário: A GF é uma infeção urogenital necrotizante grave. Neste doente, a orquite como ponto de partida da infeção e a diabetes como fator predisponente contribuíram para o desenvolvimento da doença. Torna-se clara a importância da articulação entre os cuidados de saúde primários e secundários, pois o diagnóstico em tempo útil e o tratamento adequado neste caso permitiram contrariar a elevada taxa de mortalidade associada a esta patologia.


Palavras-chave


Cuidados de saúde primários; Diabetes; Gangrena de Fournier; Patologia urológica

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v36i4.12628

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2020 Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar