Avaliação de conhecimentos e hábitos de proteção solar de crianças e adolescentes

Cátia Alexandra Granja Ferreira, Filipa Inês de Sousa Vela Cunha

Resumo


Objetivo: Avaliar e descrever os conhecimentos e hábitos de proteção solar em idade pediátrica.

Tipo de estudo: Estudo observacional transversal analítico.

Local: Consulta externa e serviço de urgência de pediatria de um hospital nível II e consulta de saúde infantil de uma Unidade de Saúde Familiar (USF) local.

População: Crianças com idade inferior a 18 anos e respetivos acompanhantes que frequentaram as unidades referidas.

Métodos: Aplicação de um questionário sobre conhecimentos e hábitos sobre proteção solar de resposta voluntária e confidencial. O tratamento estatístico dos dados foi realizado através do programa Statistical Package for the Social Sciences – SPSS®. Considerou-se existir significância estatística para valores de p<0,05.

Resultados: Amostra de 295 questionários, 63,7% respondidos por cuidadores de crianças com idade inferior a nove anos e 36,3% por adolescentes entre os 10 e os 17 anos. O período do dia de maior exposição solar foi antes das 11 horas e após as 16 horas (77%). Usam protetor solar 93% dos adolescentes e 90,6% das crianças; no entanto, a maioria da população usa-o apenas na praia (61%) (p<0,05). Quanto à frequência de renovação de protetor solar, 40,2% dos adolescentes renovam duas vezes e 52,6% das crianças apenas uma vez (p<0,05). É o sexo feminino que usa mais o guarda-sol (76,2%) (p<0,05) e que utiliza fator de proteção solar (FPS) 30 (59%) e 50+ (73,7%), enquanto mais rapazes utilizam o FPS <15 (76,9%) (p<0,05). Os questionados referiram obter mais informação sobre proteção solar através da comunicação social (46,8%).

Discussão/Conclusão: Este estudo demonstrou hábitos inadequados de proteção solar, resultados concordantes com outros estudos. Alerta-se para a necessidade de divulgação mais ampla de conhecimentos adequados que consolide práticas saudáveis em relação à exposição solar. A multidisciplinaridade entre os cuidados de saúde primários e a pediatria torna-se fulcral.


Palavras-chave


Crianças; Conhecimento; Hábitos; Luz solar; Agentes de proteção solar

Texto Completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.32385/rpmgf.v37i2.12819

Apontadores

  • Não há apontadores.


Copyright (c) 2021 Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.