A evolução da citação na Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar: o dever continua

Autores

  • Andreia Morgado MD. Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Coimbra, Portugal.
  • António Miguel Cruz Ferreira MD, PhD, Assistente Convidado. Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Coimbra, Portugal | Médico Especialista em Medicina Geral e Familiar. USF Norton de Matos. Coimbra, Portugal | Centro de Estudos e Investigação em Saúde, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal. https://orcid.org/0000-0002-9970-5259
  • Luiz Miguel Santiago MD, PhD, Professor Associado com Agregação. Clínica Universitária de Medicina Geral e Familiar, Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. Coimbra, Portugal | Centro de Estudos e Investigação em Saúde, Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal. https://orcid.org/0000-0002-9343-2827

DOI:

https://doi.org/10.32385/rpmgf.v40i3.13508

Palavras-chave:

RPMGF, Medicina geral e familiar, Autoria, Referências bibliográficas, Análise de citações

Resumo

Introdução: A Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (RPMGF) tem acompanhado a evolução da medicina geral e familiar (MGF) em Portugal. A avaliação do seu impacto verifica os artigos e seus autores quanto a referências bibliográficas, sua distribuição geográfica, número de citações de artigos já publicados na RPMGF e avalia a citação de outros artigos nacionais, bem como o tempo entre submissão e aceitação para publicação, comparando com números anteriores da RPMGF.

Métodos: Estudo observacional, transversal, das citações dos artigos publicados entre 2016 e 2021 (ambos inclusive), analisando todos os artigos quanto a tipo, número, qualidade e origem geográfica dos autores, número total de referências bibliográficas de artigos já publicados na RPMGF e em Portugal, bem como o tempo entre submissão e edição.

Resultados: Analisaram-se 409 artigos, 45,6% de autores da ARS Norte. Para 68,4% houve envolvimento de um especialista de MGF e para 62,7% um interno como autor, sendo 24,8% de autores externos à MGF. O tempo médio de edição foi de 357 dias. A média de referências totais foi de 17,25, de artigos publicados em Portugal de 4,09 e de artigos publicados na RPMGF de 2,20. Verificou-se dinâmica de crescimento de +13,8 (na média de referências portuguesas) e de +32,1 (na média de referências totais) e de 0,0 para as referências da RPMGF.

Discussão e Conclusões: A distribuição geográfica dos autores poderá ser um reflexo de realidades formativas diferentes. O tempo de edição parece ser longo para queles que precisam de publicação em tempo curto, o que será fator de não submissão. Os valores de citação mantém-se baixos quanto a referências da RPMGF com dinâmica de crescimento nula. A RPMGF deverá considerar alternativas táticas que levem ao aumento da sua citação em novos trabalhos submetidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Maricoto T, Hespanhol A, Santos P, Nogueira R. O primeiro ano em revisão do novo ciclo da medicina geral e familiar: mudanças e perspetivas. Rev Port Med Geral Fam. 2018;34(6):351-2.

Santiago LM. A investigação em medicina geral e familiar em Portugal [Clinical investigation in general and family medicine in Portugal]. Rev Port Med Geral Fam. 2017;33(6):383-4. Portuguese

Antunes ML. Citações nos artigos publicados na Revista Portuguesa de Clínica Geral: análise da década 2000-2009 [Citation analysis of the articles published in Revista Portuguesa de Clínica Geral between 2000 and 2009]. Rev Port Med Geral Fam. 2011;27(3):265-72. Portuguese

Rosendo I, Santos T, Martins D, Pimenta G, Neto MG, Francisco MP, et al. A citação da Revista Portuguesa de Clínica Geral na Revista Portuguesa de Clínica Geral [Citation of articles from the Portuguese Journal of General Practice in the Portuguese Journal of General Practice]. Rev Port Med Geral Fam. 2008;24(4):457-61. Portuguese

Abreu CH, Rosendo I, Santiago LM. A evolução da citação na Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar: de 2000-2008 para 2009-2015 [Evolution of the citation of the Portuguese Journal of General Practice]. Rev Port Med Geral Fam. 2017;33(6):414-8. Portuguese

Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar [homepage]. Lisboa: APMGF; 2024. Available from: https://rpmgf.pt/ojs/index.php/rpmgf/about

Nogueira R. A partilha do conhecimento num novo ciclo [Sharing knowledge in a new cycle]. Rev Port Med Geral Fam. 2017;33(3):170. Portuguese

Hespanhol AP. Um ponto de situação do novo modelo editorial da RPMGF [The current situation of the new editorial model of the RPMGF]. Rev Port Med Geral Fam. 2017;33(5):310-2. Portuguese

Hespanhol AP, Nogueira R. O novo Conselho Científico Internacional da RPMGF. Rev Port Med Geral Fam. 2020;36(1):6.

Hespanhol AP. A RPMGF em 2019 e a estratégia da sua indexação internacional [The RPMGF in 2019 and the strategy of its international indexing]. Rev Port Med Geral Fam. 2019;35(6):437. Portuguese

Serviço Nacional de Saúde. BI-CSP: bilhete de identidade dos cuidados de saúde primários [homepage]. Lisboa: Ministério da Saúde; [s.d.; cited 2024 Jun 2]. Available from: https://bicsp.min-saude.pt/pt/biufs/Paginas/default.aspx

Downloads

Publicado

2024-07-08

Como Citar

Morgado, A., da Cruz Ferreira, A. M., & Santiago, L. M. (2024). A evolução da citação na Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar: o dever continua. Revista Portuguesa De Medicina Geral E Familiar, 40(3), 230–8. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v40i3.13508

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 > >>